top of page

ASSISTA A 2ª TEMPORADA DE “CONFESSIONÁRIO - RELATOS DE CASA” NA TVE, ÀS TERÇAS E QUINTAS ÀS 21H30


Na terça-feira (12/4), a TVE apresentou o primeiro dos nove episódios da segunda temporada de “Confessionário - Relatos de Casa”, uma websérie sobre violência doméstica e de gênero com relatos relatos reais de agressões sofridas por atrizes que participam do projeto. Quem não assistiu poderá conferir a reprise dos episódios nas quintas-feiras, sempre às 21h30min. Dirigida pela atriz e diretora Deborah Finocchiaro e pelo cineasta Luiz Alberto Cassol, a série oferece recursos de acessibilidade, como audiodescrição, libras e legendas para surdos e ensurdecidos.


Cleonice casou e acreditava que viveria um conto de fadas. Porém, a realidade foi muito diferente e ela passou a viver dentro de um ciclo de violência doméstica. Eva foi estuprada por um primo aos 14 anos e engravidou. Ela o denunciou para a família, mas nem a própria mãe acreditou que o rapaz, tão querido por todos, tivesse cometido o crime. Raquel pensava ter encontrado um novo amor em um site de namoros, mas acabou dentro de um relacionamento abusivo.


As histórias da Cleonice, da Eva e da Raquel fazem parte dos incontáveis casos de violência de gênero que ocorrem diariamente no Brasil. A websérie traz atrizes dramatizando relatos reais sobre violência doméstica e de gênero. Porém, nesta temporada, duas atrizes decidiram relatar casos pessoais de agressões sofridas: Cristina Flores e Valéria Barcellos. Deborah Finocchiaro, uma das idealizadoras de Confessionário - Relatos de Casa, conta que essa era uma proposta do projeto às artistas participantes. “Como o projeto tem como base a transparência, a ideia de encorajar as mulheres a contar suas histórias, sempre que eu chamava as atrizes dizia: ‘Se você tiver uma história sua será muito bem vinda’. E foi muito comovente, revelador e transformador. Para elas que se expuseram generosamente e para nós”, avalia Deborah.

GRAVAÇÕES E PANDEMIA

A primeira temporada de Confessionário - Relatos de Casa, teve sua estreia dia 24 de agosto de 2020, meses depois de estatísticas oficiais apontarem que a pandemia estava elevando os índices de violência doméstica e de gênero no país. A ideia, segundo Deborah, era estimular as mulheres a se livrarem da culpa e do medo e a denunciar os agressores. Ao fim dos episódios, a advogada Gabriela Ribeiro de Souza, especialista em direitos da mulher, presta informações sobre tipos de violência, formas de denunciar entre outras informações úteis.


A pandemia também determinou a forma com que a websérie seria feita: tudo à distância. Diretores, atrizes e equipe técnica trabalharam cada um em suas casas e as dificuldades inerentes ao uso de internet acabaram sendo admitidas como linguagem audiovisual.


“Tecnicamente gravamos de forma remota e assumimos as oscilações da internet, pois buscamos gravar o real e a verdade de cada atriz em seus episódios”, diz o cineasta Luiz Alberto Cassol, diretor e co-idealizador da websérie.


Em 2020, no 48º Festival de Cinema de Gramado, a websérie foi a segunda mais votada pelo público. Em novembro de 2021, Confessionário - Relatos de Casa passou a ser exibido no Channel 95, da Lowell TeleMedia Center, canal aberto da TV norte-americana no estado de Massachusetts. E em janeiro de 2022 estreou na TVERS, o que resulta numa considerável expansão do projeto e o torna acessível para quem não dispõe de internet.


Todas as três temporadas da série estão disponíveis no YouTube (www.youtube.com/confessionario), no IGTV (www.instagram.com/confessionariorelatosdecasa/channel) e facebook www.facebook.com/confessionariorelatosdecasa/).


Os episódios dispõem de recursos de acessibilidade (audiodescrição, Libras e legendas para surdos e ensurdecidos). A terceira temporada, realizada com recursos da Lei Aldir Blanc 14.017/2020, também traz legendas em inglês.


OUTRAS AÇÕES

Sempre no propósito de esclarecer e combater a violência doméstica e de gênero, além dos episódios o projeto promove outras ações, como encontros e lives - todas disponíveis no canal do YouTube - e o programa de rádio / podcast Estação Confessionário que estreou no dia 17 de fevereiro na rádioweb Estação Democracia (http://www.estacaodemocracia.com) em temporada de nove conversas com até 1 hora de duração. Todos os programas estão disponíveis em formato podcast no Spotify do projeto, Confessionário Relatos de Casa - https://sptfy.com/dv7F e também no Google Podcast e Apple Music.


Estação Confessionário vem para atingir outros públicos, ampliar as reflexões e conversas, fortalecer e propiciar novas redes, perspectivas e ações a partir da união de pessoas de diversas áreas e pensamentos. Cada episódio traz um tema específico e diferentes convidadas e convidados.


Estação Confessionário tem apresentação de Deborah Finocchiaro, curadoria de Deborah Finocchiaro e Amanda Gatti, técnica de Amanda Gatti, edição de Babiton Leão, trilha de Laura Finocchiaro e Leca Machado. A produção e realização são da Companhia de Solos & Bem Acompanhados.


Até abril de 2021, foram realizadas 3 temporadas, 27 episódios, 1 programa de rádio, 11 episódios/conversas no Spotify, 14 lives e o apoio de 74 pessoas e entidades que ganharam o título de “Embaixadoras do Confessionário” que, de maneira espontânea e colaborativa, contribuem para a divulgação do projeto através dos seus grupos e redes.


FICHA TÉCNICA CONFESSIONÁRIO - RELATOS DE CASA

Criação, Direção e Roteiro: Deborah Finocchiaro e Luiz Alberto Cassol

Textos: Adaptação coletiva a partir de relatos de Gabriela Souza, notícias e outras histórias

Preparação de Elenco: Deborah Finocchiaro

ELENCO 2ª TEMPORADA: Cristina Flores, Elaine Regina, Magda Loitzenbauer, Patricia Soso, Paula Souza, Sandra Alencar, Simone Telecchi, Sinara Robin e Valeria Barcellos

Direção de Fotografia: Freddy Paz

Direção de Produção: Amanda Gatti e Freddy Paz

Montagem e Desenho de Som: Leonardo Cappelatti

Trilha Sonora: Laura Finocchiaro

Design Gráfico: Luciano Ribas

Vinheta: Victor Teixeira dos Santos

Recursos de Acessibilidade: Audiodescrição: Marilaine Castro da Costa e Felipe Mianes | Legendas em Português: Marilaine Castro da Costa |Tradução e Legendas em Inglês: Pedro Mendes | LIBRAS: Para Todos Acessibilidade - Ângela Russo e Simone Dornelles

Assessoria de imprensa: Padrinho Agência de Conteúdo

Social Media: Gabriela Rhoden Tellini

Assistência Técnica Lives: Debora Bregalda

Assessoria Jurídica: Gabriela Souza - Advocacia para Mulheres

Administração do Projeto: Elisete Idalgo

Produção: Companhia de Solos & Bem Acompanhados (Deborah Finocchiaro, Elisete Idalgo e Gabrielle Gazapina)

Coordenação Geral: Deborah Finocchiaro

Apoio 2ª temporada: Sindbancários, Rádio Univates FM, Rádio FM Cultura, Rede Estação Democracia

Realização: Companhia de Solos & Bem Acompanhados e Filmes de Junho


QUEM SÃO AS ATRIZES

CRISTINA FLORES (relato pessoal)

Carioca, é atriz premiada, poeta, diretora, jardineira e artista plástica. Faz mestrado em artes cênicas na Unirio.

PAULA SOUZA (Daiane)

A atriz de 23 anos tem carreira no teatro, cinema, séries, videoclipes e publicidade. Protagonizou o premiado curta Fragmentos ao Vento, de Ulisses da Mora. Atuou também em Léo, Muro de Vidro e Quero ir para Los Angeles, Vídeos game Esquadrão 51; e nas séries Necrópoles e O Complexo.

VALERIA BARCELLOS (relato pessoal)

Valéria Barcellos é multiartista: cantora há quase 30 anos, atriz, DJ, performer, escritora aspirante a fotógrafa e artista plástica, “artevista” e milituda. Fala inglês, francês e espanhol. Também é faxineira. Ela é a vontade transhumana de dar vez e voz às mulheres pretas e trans. É negra, sagitariana, enfezada e trans. Uma mulher que quer tudo ao mesmo tempo. Uma mulher que é tudo que quiser.

PATRICIA SOSO (Juliana)

Formada pelo Teatro Escola Arsenale, de Milão, Itália, possui também experiência em performance, cinema e televisão. Em 2012, recebeu o Prêmio Açorianos de Teatro como Melhor Atriz, no espetáculo “Cara a Tapa”, de Tarcísio Lara Puiati, com direção de João Pedro Madureira. A residir em Portugal desde 2014, atua em cinema e teatro. É fundadora e diretora artística da PALCO – Escola de Artes Teatrais do Grémio e criadora artística do Casulo - Núcleo de Artes Performativas do Grémio Dramático Povoense.

SINARA ROBIN (Noêmia)

Socióloga, doutora em História, professora universitária. Participa do grupo Cria, de tecelãs e estudos sobre a lã. Tem experiência em atividades como atriz e estudiosa dos temas sociais.

SANDRA ALENCAR (Lívia)

Atriz e jornalista, é integrante do grupo Amok Teatro (RJ). Entre 2014 e 2019, participou do Ateliê de Pesquisa do Ator (APA), projeto do Sesc Paraty. Em Porto Alegre, integrou o Grupo dos Cinco e a Tribo de Atuadores Ói Nóis Aqui Traveiz, sobre o qual lançou o livro Atuadores da Paixão. Atua no solo Adoração, resultante de pesquisa sobre texto inédito de Nelson Rodrigues com direção de Beto Russo.

MAGDA LOITZENBAUER (Raquel)

Nascida em Santa Cruz do Sul (RS), é formada em Educação Física pela UFRGS e em Pedagogia da Dança moderna no Conservatório de Música e Dança de Viena, Áustria, onde mora desde 1992. É bailarina, coreógrafa e atriz com participações em várias companhias de dança, produções teatrais, musicais e performances em Porto Alegre e em Viena.

SIMONE TELECCHI (Eva)

Simone Telecchi é uma atriz brasileira com formação artística pelo Teatro Escola de Porto Alegre (Tepa). Atuou nos filmes como Simone, de Juan Zapata, Ponto Zero, de Zé Pedro Goulart e A Superfície da Sombra, de Paulo Nascimento. Foi integrante do grupo teatral Grupo dos Cinco tendo atuado no espetáculo O Urso, com direção de Deborah Finocchiaro. Na TV, atuou em A Lenda do Arroz, de Tomás Créus, Silvestre O Justiceiro, de Juan Zapata; e nas séries Chuteira Preta, de Paulo Nascimento, e A Benção, de Emiliano Cunha.

ELAINE REGINA (Cleonice)

Atriz, bonequeira, focalizadora das Danças Circulares. Tem mestrado em Reabilitação e Inclusão. Trabalha com grupos de adultos com esquizofrenia e grupos de idosas.


SERVIÇO

2ª Temporada da série CONFESSIONÁRIO - RELATOS DE CASA

Na TVE, terças-feiras, a partir de 12 de abril de 2022, 21h30

Reprises quintas-feiras, às 21h30 com recursos de acessibilidade


A cada terça-feira, um novo episódio vai ao ar. Segunda temporada - 9 episódios:


12/04/2022 - 1º episódio - Cristina Flores (relato pessoal)

14/04/2022 - reprise com acessibilidade


19/04/2022 - 2º episódio - Daiane, com Paula Souza

21/04/2022 - reprise com acessibilidade


26/04/2022 - 3º episódio - Valéria Barcellos (relato pessoal)

28/04/2022 - reprise com acessibilidade


03/05/2022 - 4º episódio - Juliana, com Patricia Soso

05/05/2022 - reprise com acessibilidade


10/05/2022 - 5º episódio - Noêmia, com Sinara Rubin

12/05/2022 - reprise com acessibilidade


17/05/2022 - 6º episódio - Lívia, com Sandra Alencar

19/05/2022 - reprise com acessibilidade

24/05/2022 - 7º episódio - Raquel, com Magda Loitzenbauer

26/05/2022 – reprise com acessibilidade


31/05/2022 - 8º episódio - Eva, com Simone Telecchi

02/06/2022 - reprise com acessibilidade


07/06/2022 - 9º episódio - Cleonice, com Elaine Regina

09/06/2022 - reprise com acessibilidade


SIGA AS REDES


ACOMPANHE O PODCAST:

Spotify: https://sptfy.com/dv7F e também no Google Podcast e Apple Music

Comentarios


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page