top of page

Presidente Lula retorna ao Rio Grande do Sul e reafirma que não medirá esforços para salvar vidas e reconstruir o estado

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva retornou ao Rio Grande do Sul neste domingo (5/5) e reafirmou que o governo federal não medirá esforços para salvar vidas e reconstruir os estragos causados pelas chuvas. No início da tarde, a Defesa Civil atualizou o número de mortes e desaparecidos, por conta das enchentes e alagamentos que atingem a região Sul do Brasil. No total, foram registradas 75 mortes, com 155 pessoas feridas e outras 103 desaparecidas.


Também existe outros 6 óbitos que estão sendo investigados, para verificar se os mesmos têm relação aos eventos meteorológicos. Já são 334 municípios afetados pelas fortes chuvas, com 80,5 mil pessoas desalojadas, sendo que 15 mil estão em abrigos, além de 213 pontos de bloqueios em rodovias estaduais e federais do RS.


As mais de 3 mil pessoas que integram a força-tarefa formada por diversos órgãos do estado, do governo federal e de municípios já resgatou mais de 20 mil pessoas. Cerca de um terço da população está sem acesso à água e à luz e dois terços dos municípios do Rio Grande do Sul foram atingidos de alguma forma pelas fortes chuvas que se abateram sobre o estado. Além de hospitais evacuados, existem sérios riscos de desabastecimento, nesta que é uma das maiores tragédias climáticas do país.


SISTEMAS DE ÁGUA COLPASADOS Uma das tarefas mais complexas para muitos dos 334 municípios atingidos pela cheia será a reconstrução dos sistemas de águas que, neste momento, estão colapsados. Existe sérios e graves riscos de faltar água para a população.


RECOSNTRUÇÃO DO ESTADO O desafio para reconstrução do Rio Grande do Sul passa pelo engajamento de municípios, estado e a União. O governo federal está empenhado em desburocratizar os caminhos na garantia de recursos para a execução sumária de todas as políticas necessárias durante esse período de calamidade pública.

LEITE AGRADECE POSTURA DE LULA O governador Eduardo Leite agradeceu a postura do presidente Lula diante da tragédia, ressaltando a importância, neste momento, de somar forças para salvar vidas. "Não é hora de buscar culpados", advertiu.


FRIO CHEGA AO ESTADO E PREOCUPA Apesar da tendência de estabilidade do nível do Guaíba e do sol que começa a aparecer em diversas regiões do estado, existe um alerta para possíveis novos temporais na Região Metropolitana e no Litoral Norte para este domingo. O atual cenário no estado é desolador e a partir de quarta-feira existe a previsão de novas chuvas, com queda das temperaturas, o que prejudicará ainda mais os desabrigados.

DOAÇÕES E TRABALHO VOLUNTÁRIO A Defesa Civil orientou que interessados em fazer doações e atuar como voluntários devem procurar as unidades do órgão nas regiões do estado ou as defesas civis municipais. Em Porto Alegre, o órgão está recebendo em seu centro logístico, na Av. Joaquim Porto Villanova, prioritariamente, colchões, roupas de banho, roupas de cama, cestas básicas, ração animal e água potável. No momento, este centro não está recebendo roupas e calçados, móveis e utensílios domésticos e medicamentos, pois há materiais em estoque.

Também foi informado que, no momento, a tendência é de estabilidade no nível no Guaíba, mas há um alerta para possíveis novos temporais na Região Metropolitana e no Litoral Norte para este domingo.


ALERTAS DA DEFESA CIVIL

A Defesa Civil indica que, para aumentar o nível de prevenção, as pessoas podem se cadastrar para receberem os alertas meteorológicos da Defesa Civil estadual. Para isso, é necessário enviar o CEP da localidade por SMS para o número 40199. Em seguida, uma confirmação é enviada, tornando o número disponível para receber as informações sempre que elas forem divulgadas.


Também é possível se cadastrar via aplicativo Whatsapp. Para ter acesso ao serviço, é necessário se registrar pelo telefone (61) 2034-4611 ou clicando aqui. Em seguida, é preciso interagir com o robô de atendimento enviando um simples “Oi”. Após a primeira interação, o usuário pode compartilhar sua localização atual ou qualquer outra do seu interesse para, dessa forma, receber as mensagens que serão encaminhadas pela Defesa Civil estadual.

Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page