top of page

GARANTIR DIGNIDADE MENSTRUAL PARA TODAS AS MULHERES

por Vitória Cabreira (*)

Segundo a Always Brasil, uma em cada quatro meninas já faltou a aula no Brasil por não poder comprar absorventes, dessas 48% tentou esconder que o motivo foi esse. Essa é a realidade das jovens brasileiras, que ainda enfrentam um processo natural do seu corpo como tabu. Absorventes no Brasil são considerados produtos supérfluos, ou seja, um produto dispensável para a sobrevivência das pessoas, e consequentemente, são tributados como tal, o que aumenta o custo de fabricação e o preço final. Além disso, no nosso país, segundo a ONG Trata Brasil 1,6 milhões de pessoas não têm banheiro em casa, 15 milhões não recebem água tratada e 26,9 milhões moram em lugares sem esgoto.


Combater a pobreza menstrual passa por diversos processos, o primeiro deles é normalizar a menstruação, falando sobre o assunto nos espaços de aprendizagem com as meninas e os meninos, tendo em vista que ela é um processo natural do corpo das mulheres. É preciso também cobrar políticas públicas eficientes, que garantam que todas as mulheres tenham acesso ao absorvente um produto tão necessário durante o ciclo menstrual. E por último, mas não menos importante, construir ações práticas que lutem pela erradicação da pobreza menstrual.


E é nesse sentido que surge o Projeto Sobre Nós, um projeto feito por mulheres e para mulheres, que através de uma rede de apoio e solidariedade irá combater na prática a Pobreza Menstrual e a fome no Rio Grande do Sul, através de distribuição de produtos de higiene e alimentos. Se some as ações do Sobre Nós e nos ajude a construir uma rede de apoio entre as mulheres.




(*) Vitória Cabreira é coordenadora do Projeto Sobre Nós

コメント


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page