top of page

"Sexualmente Invisível" estreia no "Porto Verão Alegre"



O espetáculo inédito Sexualmente Invisível, com Nora Prado e Claudio Benevenga, dirigido por Carlos Ramiro Fensterseifer, estreia no próximo sábado, dia 3 de fevereiro, às 20h30min, no Teatro Renascença. A peça integra a programação do Porto Verão Alegre e estará permanecerá em cartaz também no domingo (4/2). A comédia discute as relações afetivas,

sexuais e profissionais da geração do início dos anos sessenta, que se vê dividida entre os sonhos de juventude conquistado a duras penas como a independência profissional, o amor livre e a formação familiar, e as novas demandas a partir do mundo conectado em rede, das mudanças de comportamento e dos novos paradigmas sociais.


Em cena, o público poderá conferir a reviravolta na vida do casal, Raquel e Theobaldo, interpretados por Nora Prado e Claudio Benevenga, depois que ela resolve se separar,

modificando o modelo tradicional do casamento. Típico casal classe média brasileiro que chega à meia-idade com uma expectativa maior do que o real potencial de realizar seus desejos. Os conflitos sexuais são a ponta do iceberg para redefinir a relação de ambos. Em um cenário no qual passam a dividir o mesmo teto, não mais como marido e mulher e sim “colegas de apartamento”, o excesso de intimidade provoca novos conflitos, a partir da liberdade consentida a ambos.


Neste novo modelo de abertura matrimonial, cada um vai em busca da satisfação das suas fantasias . Com cenas curtas e dinâmicas, dirigidas por Carlos Ramiro Fensterseifer, assistimos as disputas, rivalidades, picuinhas e descobertas do ex-casal que está disposto a se reinventar, uma vez que a situação econômica não permite que ambos se separem fisicamente. O fato de seguirem morando sob o mesmo teto, mesmo que em quartos separados, dá a medida dos absurdos a serem enfrentados pela dupla.


A tônica do espetáculo é o humor, onde vê-se o ridículo das situações domésticas e existenciais vividas por um contador e uma auxiliar administrativa. Conflito de gerações, baladas frustradas, experiências homoafetivas e namoros na terceira idade fazem parte do cardápio servido no texto de Claudio Benevenga e Marcela Meirelles. Machismo e preconceito são postos à prova a partir de novas experiências, expondo as contradições vividas pelas personagens que percebem as estruturas do patriarcado do qual fazem parte, mas tentam se reposicionar diante de uma perspectiva mais arejada.

Com uma hora de duração e classificação indicativa de 14 anos, Sexualmente Invisível tem trilha sonora de Vinícius Ferrão, coreografias de Raul Voges, iluminação de Nara Maia, cenografia de Rodrigo Shalako, figurinos do grupo, criação de arte e projeto gráfico de Claudio Benevenga e Marcela Meirelles. A produção é de Claudio Benevenga.



O QUÊ: estreia de Sexualmente Invisível, com Nora Prado e Claudio Benevenga.

QUANDO: 3 e 4 de fevereiro de 2024, sábado e domingo, às 20h30min.

ONDE: Teatro Renascença (Rua Erico Verissimo, 307).

QUANTO: de R$ 60,0 a R$30,00 , no www.portoveraoalegre.com.br e nas

bilheterias físicas do festival.

Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page