top of page

Presidente Lula virá ao RS para acompanhar situação no após fortes chuvas que atingem o estado

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou que virá ao Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (2/5) para acompanhar a situação do estado após as chuvas dos últimos dias. O Governo Federal disponibilizou até o momento 350 homens do exército, oito helicópteros,   bote salva-vidas com equipes especializadas, equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e engenheiros do Exército.


Na tarde de quarta-feira, o presidente reuniu os ministros no Palácio da Alvorada para discutir a situação do estado. Lula disse que oito helicópteros da Força Aérea Brasileira estão preparados para irem ao Rio Grande do Sul e aguardam condições meteorológicas para voarem. "Para que a gente possa ajudar de forma efetiva a diminuir o sofrimento desse povo. [...] Que a chuva diminua, porque eu estou sabendo que vai ter mais 340mm de chuva", afirmou o presidente.


O ministro Paulo Pimenta, da Secretaria de Comunicação, acompanhará Lula na comitiva, que será formada ainda pelos ministros Rui Costa, da Casa Civil, Waldez Góes, do Desenvolvimento Regional e Integração, Renan Filho, dos Transportes, e o comandante do Exército, general Tomás Paiva. O gaúcho Paulo Pimenta afirmou que o governo vai atuar em conjunto com a Defesa Civil do estado. O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), comparou a situação no estado a uma guerra e pediu a participação efetiva das Forças Armadas.


MONITORAMENTO DA ANEEL

Em nota divulgada nesta quarta, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou que segue monitorando o impacto dos temporais. A barragem da Usina Hidrelétrica Dona Francisca teve o Plano de Ação de Emergência acionado após intensas chuvas nos municípios adjacentes ao rio Jacuí. "Vale informar a população que o alerta hidrológico reduziu para o nivel de atenção e as medidas operacionais adotadas na cascata foram bem sucedidas, mas o monitoramento continua diante da previsão de chuvas nos próximos dias".

Segundo a agência, a usina 14 de Julho localizada no rio das Antas, nos municípios de Cotiporã e Bento Gonçalves, entrou em estado de alerta e as medidas de segurança já estão sendo adotadas.


ENEM DOS CONCURSOS

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos também informou que uma equipe que atua na organização do Concurso Nacional Unificado (CNPU) também está monitorando a situação do estado em virtude das fortes chuvas.

Segundo a pasta, 80.348 se inscreveram para fazer a prova no Rio Grande do Sul. O concurso será realizado no próximo domingo (5).

"Qualquer alteração logística necessária nas cidades atingidas por chuvas será anunciada pelo Ministério da Gestão", diz a nota.

コメント


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page