top of page

Pesquisa para Prefeitura aponta para polarização entre Sebastião Melo (MDB) e Maria do Rosário (PT)


Pesquisa eleitoral à Prefeitura de Porto Alegre, feita pelo Instituto Ver, indica um cenário com tendência à polarização entre o prefeito Sebastião Melo (MDB) e a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS). Nos três cenários da pesquisa, que ouviu 1.000 eleitores entre 28 de outubro e 3 de novembro, o atual prefeito aparece em primeiro lugar com vantagem entre 6% e 7%.


No primeiro cenário, Melo aparece com 33%, Rosário com 27% e a ex-deputada estadual Juliana Brizola (PDT) com 7% dos votos. Em quarto lugar ficou o deputado estadual Thiago Duarte (União Brasil), com 2%. A deputada estadual Nadini (PSDB) e a vereadora Nari Pimentel (Novo) têm 1% cada. Os que não souberam ou ficaram indecisos somaram 16%. Disseram que não votarão em candidato algum, brancos ou nulos, 14%.


Em outro cenário, o atual prefeito tem 30%, a petista 24%, enquanto Juliana Brizola e a deputada estadual Luciana Genro (PSOL) estão empatadas na terceira posição com 7% dos votos cada. Outras candidaturas somaram 6% ao todo. O grupo 'não sabe/indeciso ninguém/branco/nulo' somou 28%.


Em um terceiro cenário, Melo chega a 31%, seguido por Rosário com 24%, Juliana Brizola com 8% e Fernanda Melchiona (PSOL) com 4%. Quatro candidaturas somaram 6%. O grupo 'não sabe/indeciso ninguém/branco/nulo' teve 28%.


APROVAÇÃO DO PREFEITO, GOVERNADOR E PRESIDENTE De acordo com a pesquisa, o prefeito Sebastião Melo tem aprovação de 51%, sendo que 29% consideram sua gestão regular, enquanto 15% desaprovam e 6% não souberam ou não responderam.


O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), é aprovado por 52% em Porto Alegre - 34% acham a administração dele regular, 11% não aprovam o governo e 4% não souberam ou não responderam.

De acordo com a pesquisa, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 47% de aprovação na capital gaúcha, outros 30% consideram a gestão dele regular, enquanto 20% desaprovam e 3% não souberam ou não responderam.

Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page