top of page

OPOSIÇÃO PREPARA UM "SUPERPEDIDO" DE IMPEACHMENT E STF DÁ PRAZO PARA BOLSONARO EXPLICAR DECLARAÇÕES


PSOL, PT, PCdoB, PDT, PSB, Rede, UP, PV e Cidadania estão reunindo várias denúncias de crimes de responsabilidade cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro e devem entregar até o final de abril um "superpedido" de impeachment, em uma peça única, ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). Os partidos de oposição estão articulando um grande ato nacional para marcar o fato. No total, já foram protocolados mais de 70 pedidos de impeachment contra Bolsonaro. A iniciativa foi uma decisão do Fórum de Partidos de Oposição, realizado de forma virtual na manhã desta terça-feira (13/4).


No "superpedido" serão anexadas, por exemplo, denúncias sobre os mais diversos erros cometidos pelo governo Bolsonaro na condução da pandemia de Covid-19 e tentativas do Executivo de interferir politicamente nas Forças Armadas e na Polícia Federal. Além disso, será feita uma cobrança pela aceleração na vacinação dos brasileiros contra a Covid-19 e pelo aumento do auxílio emergencial para R$ 600.


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem 15 dias para explicar recentes afirmações antidemocráticas ao Supremo Tribunal Federal (STF). O prazo começou a valer na segunda-feira (12/4). No dia de 21 de março, data em que fazia aniversário, o presidente disse a apoiadores que “contassem com as Forças Armadas pela democracia e pela liberdade", referindo-se às medidas de restrição e isolamento social de governadores e prefeitos. A determinação do ministro da Suprema Corte Marco Aurélio Mello responde a uma ação do deputado federal Elias Vaz (PSB-GO). No pedido de notificação, Vaz ressalta que as declarações do presidente representam "estímulo à intervenção das Forças Armadas".

Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page