top of page

O Fantástico Circo-Teatro de um Homem Só

Um dos espetáculos de maior sucesso da Cia Rústica, O Fantástico Circo-Teatro de um Homem Só voltará a cartaz em Porto Alegre durante as comemorações de 20 anos do grupo teatral. Protagonizada por Heinz Limaverde, a montagem já foi vista em diversos estados brasileiros, como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Santa Catarina. Em 2011, a produção conquistou os troféus Açorianos de melhor direção para Patrícia Fagundes e melhor figurino para Daniel Lion. As sessões serão realizadas de 15 a 17 de março, às 20h, na Zona Cultural (Av. Alberto Bins, 900 — Centro Histórico). Antes das apresentações, o público pode aproveitar o Bar da Zona, que abre às 19h. 


— Esse espetáculo já foi apresentado em teatros para 700 espectadores, como no Amapá. Mas a Zona Cultural é ideal para a peça, que começou a ser encenada em espaços pequenos. É trazer o público para perto, para dentro da cena. Brincar com o teatro, com os amigos. É como se estivéssemos em casa, um lugar bem aconchegante — explica Heinz Limaverde.


O mágico, a mulher-barbada, o palhaço, a vedete, o bufão e o vagabundo: todos os personagens do imaginário circense ganham vida na pele de um único ator. As referências foram garimpadas nas tradições das velhas lonas de interior, combinadas a importantes questões da arte contemporânea como a cena em primeira pessoa e a memória como matéria de criação. Os pequenos circos brasileiros são espaços de encontro onde o real e o sonho dançam no picadeiro, o medo e o fantástico se alteram em movimento de ruptura efêmera do cotidiano.


—  Nestes 13 anos de trajetória da peça, fomos inclusive mudando fragmentos de cena porque o tempo se transforma e o teatro tem que se transformar junto com o tempo. A gente se transforma e é muito importante que a cena acompanhe o movimento, que converse com o mundo agora. Penso que a montagem se coloca num lugar de trânsito fundamental entre memória, presente e desejos do futuro. É uma peça que celebra a memória. Memória das pessoas, da arte, do país. Memória como possibilidade de construção de futuros aqui e agora — comenta a diretora Patrícia Fagundes. 


Elementos clássicos do circo, o humor e a poesia são as principais marcas do espetáculo. Em cena, Heinz canta ao vivo — com trilha sonora e preparação vocal de Simone Rasslan — e as coreografias são assinadas por Cibele Sastre. A montagem também traz referências a personagens reais, como o próprio ator, o palhaço Carequinha, a atriz de teatro de revista gaúcha Eloína Ferraz e a "mulher barbada" mexicana Júlia Pastrana, que viveu no México no século XIX.



O ator - Heinz Limaverde

Radicado em Porto Alegre há três décadas, Heinz Limaverde começou sua trajetória a partir do fascínio despertado pelas trupes circenses que visitavam sua cidade natal — Crato, no Ceará. De shows de drag queen a Shakespeare, da rua à sala, o intérprete tornou-se um dos nomes de maior destaque da cena gaúcha. 

Heinz já recebeu vários prêmios como ator de teatro, entre eles dois troféus Açorianos (O Gordo e o Magro vão para o Céu, 2008, e O Pagador de Promessas, 2000), dois Braskem (A Megera Domada, 2008, e Sonho de um Noite de Verão, 2006) e um Tibicuera (O Hipnotizador de Jacarés, 2006).  CONFIRA O VÍDEO

SERVIÇO Quando: 15, 16 e 17/03 — sexta-feira, sábado e domingo, às 20h.

Onde: Zona Cultural (Rua Alberto Bins, 900 — Centro Histórico de Porto Alegre)

Quanto (na bilheteria): R$ 60,00 e R$ 30,00 (idosos, estudantes e classe artística mediante comprovação) 


Ingressos on-line: De R$ 60,00 a R$ 30,00 + taxas pelo link  https://www.sympla.com.br/evento/o-fantastico-circo-teatro-de-um-homem-so/2349993


Duração: 60 minutos

Classificação etária: 14 anos

Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page