top of page

"O CÃO MORDE A NOITE": LIVRO DE EMILIANO JOSÉ, O MAIS NOVO IMORTAL DA ACADEMIA DE LETRAS DA BAHIA


No dia 10 de novembro de 2020, Emiliano José se tornou o mais novo imortal da Academia de Letras da Bahia (ALB). O escritor foi eleito por maioria absoluta (com 21 votos e cinco em branco) e passou a ocupar a cadeira que pertencia ao historiador Luís Henrique Dias Tavares. a o mais novo imortal da Academia de Letras da Bahia (ALB).a Aos 74 anos de idade e com 16 livros publicados, o paulista Emiliano foi preso dutante a ditadura militar, em função da sua atuação no movimento estudantil. Como escritor é reconhecido por contar a história recente da Bahia em suas obras. Aos 28 anos de idade, chegou como ‘foca’ no jornal Tribuna da Bahia, sua primeira casa, anos depois de deixar a prisão no período da ditadura. Suas contribuições para a área, no entanto, não têm fronteiras. "O cão morde a noite" é o livro mais recente de Emiliano José. Os interessados em encomendar a obra devem entrar em contato com Daniela Horst pelo WhatsApp (51) 99845404.


Atualmente, Emiliano está aposentado e é responsável pela formação de gerações de jornalistas e escritores baianos, por sua atuação de mais de 20 anos na Faculdade de Comunicação da UFBA (Facom). Entre os alunos e alunas está a jornalista Suzana Barbosa, atualmente diretora da unidade. “Emiliano é um motivo de orgulho para a Facom e para a UFBA, sempre foi muito presente e atuante na instituição. Formado pela antiga EBC [Escola de Biblioteconomia e Comunicação], ele também fez seu mestrado e doutorado no programa de pós-graduação da Faculdade de Comunicação”, lembra Suzana. “Essa indicação só nos mostra essa figura comprometida que é Emiliano, com sua trajetória no jornalismo e na militância, a favor da democracia e com obras de referência para a nossa história atual”, completa a diretora da Facom.

Além de jornalista e escritor, Emiliano é reconhecido por sua atuação política. Emiliano foi militante estudantil, chegou a ser preso político na ditadura, período em que escreveu Memórias do Mar Sem Fim. Filiado ao Partido dos Trabalhadores, também vivenciou à política assumindo mandatos como vereador por Salvador, deputado estadual e federal. É biógrafo com livros publicados sobre Carlos Marighela e Carlos Lamarca e, em 2019, lançou o segundo volume de sua biografia do colega Waldir Pires pela Edufba.

Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page