top of page

“MARIGHELLA”, DE WAGNER MOURA, FOI ELEITO MELHOR FILME DO ANO NA 48ª EDIÇÃO DO FESTIVAL DO SESC


O filme “Marighella” foi eleito o melhor longa nacional na 48ª edição do Sesc Melhores Filmes. O anúncio dos vencedores ocorreu na noite desta quarta (6/4). Primeiro filme dirigido por Wagner Moura, Marighella foi um dos mais prestigiados pelo público, conquistando o voto popular, além dos troféus de melhor direção, para Wagner Moura, roteiro para Moura e Felipe Bragança, fotografia para Adrian Teijido, e ator, para Seu Jorge. Marighella também conquistou o voto de críticos e especialistas em cinema, que elegeram o longa como melhor filme, direção e atuação masculina do ano.

“Deserto Particular”, de Aly Muritiba, levou os prêmios de melhor roteiro e melhor fotografia. A atriz Thiessa Woinbackk, de “Valentina”, foi eleita melhor atriz, e “A Última Floresta”, melhor documentário. As produções mais lembradas durante a votação ganham nova chance de serem vistas na telona, até o dia 27 de abril, e também na plataforma Sesc Digital.

VENCEDORES Os vencedores do 48º Festival Sesc Melhores Filmes foram revelados em cerimônia realizada na última quarta-feira, dia 6 de abril, tendo a produção brasileira “Marighella” como o favorito do público e da crítica especializada na categoria Melhor Filme Nacional. O longa, que marca a estreia do ator Wagner Moura na cadeira de diretor, foi reconhecido em outras seis categorias, totalizando 8 prêmios e a distinção de grande vencedor desta edição.

O 48º Festival Sesc Melhores Filmes bateu recorde de participação neste ano. Ao todo, foram computados aproximadamente 56 mil votos do público na escolha dos vencedores em 11 categorias. A votação democrática foi realizada pelo sistema online do festival e reuniu cinéfilos de todas as regiões do Brasil. Quanto à deliberação da crítica, o festival contou com o voto criterioso de 173 críticos e jornalistas de cinema atuantes em diferentes veículos de imprensa, com abrangência regional e nacional.

Por “Marighella”, Wagner Moura e Seu Jorge foram considerados o Melhor Diretor e Melhor Ator, respectivamente, tanto pelo público quanto pela crítica. Pelo júri popular, “Marighella” foi ainda consagrado com os prêmios de Melhor Roteiro e Melhor Fotografia, enquanto a crítica escolheu para as duas categorias o longa “Deserto Particular”, de Aly Muritiba.

Seu Jorge e Adriana Esteves em Marighella, de Wagner Moura. Foto: DivulgaçãoJá as melhores atrizes nacionais do ano dividiram os votos, entre uma veterana e uma estreante no cinema. Para o público, a melhor interpretação feminina foi a de Fernanda Montenegro pelo filme “Piedade”, de Cláudio Assis; a crítica reconheceu a atuação de Thiessa Woinbackk no papel da personagem-título em “Valentina”, de Cássio Pereira dos Santos. Os documentários brasileiros premiados foram “Chorão – Marginal Alado”, de Felipe Novaes, e “A Última Floresta”, de Luiz Bolognesi.

Na divisão de longas internacionais, a comédia política “Não Olhe para Cima”, de Adam McKay, foi escolhida pelo público como Melhor Filme Estrangeiro. Já a crítica elegeu “Ataque dos Cães”, de Jane Campion, a melhor produção estrangeira de 2021, marcando o segundo ano consecutivo em que um filme dirigido por uma mulher é vencedor deste prêmio – na edição anterior, o francês “Retrato de uma Jovem em Chamas”, de Céline Sciamma, triunfou nesta categoria.

Público e crítica concordaram nas categorias Melhor Direção para Jane Campion (“Ataque dos Cães”) e Melhor Atriz Estrangeira para Frances McDormand, pela sua entrega no drama contemplativo “Nomadland”, de Chloé Zhao. Em Melhor Ator, foram consagrados os britânicos Benedict Cumberbatch (“Ataque dos Cães”) pelo voto do público e o veterano Anthony Hopkins (“Meu Pai”) segundo a crítica.

Benedict Cumberbatch em Ataque dos Cães, de Jane Campion. Foto: DivulgaçãoTodos os vencedores do 48º Festival Sesc Melhores Filmes, que acontece entre os dias 7 e 27 de abril, estão em cartaz na sala do CineSesc e alguns títulos podem ser conferidos online na plataforma Sesc Digital. Para conferir a programação completa, clique aqui.

PREMIAÇÃO A cerimônia de premiação do 48º Festival Sesc Melhores Filmes teve como anfitriã a jornalista Adriana Couto, apresentadora do programa Metrópolis, da TV Cultura. A premiação aconteceu presencialmente na sala de exibição do CineSesc e foi transmitida ao vivo pelo canal oficial do YouTube, com direito à entrega dos troféus, homenagens e discursos memoráveis dos vencedores.

Antes da deliberação dos prêmios, logo no início da cerimônia, o diretor regional do Sesc São Paulo, Danilo Santos de Miranda, ocupou o púlpito para comemorar o gradual retorno das sessões presenciais, reforçando a atenção da instituição pela segurança de seus espectadores. “O virtual funciona, tem os seus momentos adequados e certamente vai permanecer, mas o encanto compartilhado e aquela sensação de estarmos todos juntos na sala escura é muito necessário. O cinema é uma manifestação artística muito importante, e nós do Sesc a valorizamos das mais diversas formas, sobretudo em usá-la como instrumento para reflexão, para aprimorar os conhecimentos e promover diálogos com outras ideias. O cinema tem essa força extraordinária”, concluiu sob aplausos.

A paralisação da produção cinematográfica provocada pela pandemia, o atual desmonte do audiovisual brasileiro fomentado pelo governo federal e o poder do cinema como ferramenta para mudança no contexto social dominaram os discursos da noite.

Entre os vencedores presentes no evento, como os documentaristas Felipe Novaes, Luiz Bolognesi e os roteiristas Felipe Braga e Henrique dos Santos, alguns premiados enviaram vídeos de agradecimento ou representantes para receber os troféus. O ator e diretor Wagner Moura, que está atualmente gravando um filme no exterior, mandou um vídeo emocionado pelo reconhecimento de “Marighella” no festival. Também participaram da cerimônia a atriz Débora Duboc e Maria Marighella – neta de Carlos Marighella -, que receberam os prêmios em nome de Fernanda Montenegro e Seu Jorge, respectivamente.

Confira abaixo os vencedores do Público e da Crítica em todas as categorias do 48º Festival Sesc Melhores Filmes:

PÚBLICO – CATEGORIAS NACIONAIS Melhor Filme: Marighella Melhor Documentário: Chorão – Marginal Alado Melhor Direção: Wagner Moura (Marighella) Melhor Atriz: Fernanda Montenegro (Piedade) Melhor Ator: Seu Jorge (Marighella) Melhor Roteiro: Wagner Moura e Felipe Braga (Marighella) Melhor Fotografia: Adrian Teijido (Marighella).

PÚBLICO – CATEGORIAS ESTRANGEIRAS Melhor Filme: Não Olhe para Cima Melhor Direção: Jane Campion (Ataque dos Cães) Melhor Atriz: Frances McDormand (Nomadland) Melhor Ator: Benedict Cumberbatch (Ataque dos Cães).

CRÍTICA – CATEGORIAS NACIONAIS Melhor Filme: Marighella Melhor Documentário: A Última Floresta Melhor Direção: Wagner Moura (Marighella) Melhor Atriz: Thiessa Woinbackk (Valentina) Melhor Ator: Seu Jorge (Marighella) Melhor Roteiro: Aly Muritiba e Henrique dos Santos (Deserto Particular) Melhor Fotografia: Luis Armando Arteaga (Deserto Particular).

CRÍTICA – CATEGORIAS ESTRANGEIRAS Melhor Filme: Ataque dos Cães Melhor Direção: Jane Campion (Ataque dos Cães) Melhor Atriz: Frances McDormand (Nomadland) Melhor Ator: Anthony Hopkins (Meu Pai)


Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page