top of page

FORA BOLSONARO REUNIU MAIS DE 80 MIL MANIFESTANTES NAS RUAS DE PORTO ALEGRE, NO SÁBADO, 2 DE OUTUBRO


As manifestações pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro, realizadas no sábado, 2 de outubro, em 214 cidades do Brasil, demonstram que a democracia está acima dos interesses político-partidários. Em Porto Alegre mais de 80 mil pessoas participaram da concentração no Largo Glênio Peres e de uma caminhada pelas ruas do Centro Histórico até o largo Zumbi de Palmares, no bairro Cidade Baixa. Confira o vídeo abaixo.


Os atos pelo "Fora Bolsonaro" ressaltaram o descaso do governo federal diante da pandemia de coronavírus, que resultou na morte de cerca de 600 mil pessoas no país. Além do atraso do governo na aquisição de vacinas, o próprio presidente contribuiu para a propagação da covid-19, posicionando-se contra as medidas sanitárias, como uso de máscara e não respeitando as regras de isolamento social. Enquanto milhares de famílias brasileiras estão sofrendo com a fome, o desemprego, com a alta dos preços dos alimentos, do gás de cozinha e dos combustíveis, Bolsonaro promove privatizações, desmonta os serviços públicos e ameaça a democracia, atacando instituições como o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Superior Tribunal Eleitoral (STE).


Os atos contaram com a presença das frentes Brasil Popular, Povo Sem Medo e Povo na Rua, movimentos sociais e populares, como o MST, MTST, grupos de artistas, torcidas organizadas antifascistas, professores, LGBTs, indígenas, movimento negro, feministas, além das centrais sindicais (CUT, CTB, Intersindical, CSP-Conlutas, Pública e Fórum Sindical), dos estudantes, por meio da União Nacional dos Estudantes (UNE) e de partidos de esquerda e de centro-esquerda (PT, PSOL, PCdoB, PDT, UP, PCB, PSTU, PSB, PV, Rede e PCO).


Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page