top of page

EXECUTIVA ESTADUAL DO PT MANTÉM DECISÃO DA MUNICIPAL E NÃO ACEITA REFILIAÇÃO DE MARCELO SGARBOSSA


A Executiva Estadual do Partido dos Trabalhadores do Rio Grande do Sul decidiu negou, por unanimidade, o recurso do vereador Marcelo Sgarbossa, nesta segunda-feira (27/3), mantendo a decisão da Executiva Municipal. Mesmo sem partido e ocupando, o vereador segue ocupando uma vaga na Câmara Municipal de Porto Alegre. Filiado desde 2005, Sgarbossa ingressou no Partido Verde, em 2022, durante o período de articulações para as eleições que aconteceram em outubro.


Com a abertura de vagas na Câmara Municipal, em função da eleição de vereadores para a Assembleia Legislativa e a Câmara dos Deputados, Sgarbossa assumiu uma cadeira no legislativo da Capital, onde era suplente. Em seguida tentou retornar ao PT. Porém, teve seu pedido de refiliação negado, impugnado por um recurso impetrado por dois militantes, também suplentes na Câmara Vereadores: Adeli Sell e Eventon Gimenis.


Marcelo Sgarbossa afirma que sua troca de partido se deu como uma espécie de "missão", para aproximar os verdes do PT, versão que tem sido desmentida por lideranças do PT. A troca de partido, para a grande maioria de filiados e dirigentes, é uma demonstração de "infidelidade partidária" e "oportunismo".

Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page