top of page

EUA DE JOE BIDEN REPETE A FALSA DEMOCRACIA DE DOIS PESOS E DUAS MEDIDAS


A relação dos Estados Unidos com a democracia mundial é algo difícil de compreender. Recentemente, no dia 30 de julho, o governo Biden anunciou novas retaliações a Cuba, incluindo sanções sobre direitos humanos contra a força policial da ilha e novos esforços para melhorar a conectividade com a Internet. "Vamos usar nossa tecnologia para restaurar a democracia e vamos impor sanções mais duras ao país", anunciou o presidente Joe Biden na ocasião.


Já sobre a retirada das tropas militares que estavam no Afeganistão por mais de 20 anos, o presidente norte-americano se pronunciou de forma diferente em relação à democracia, na segunda-feira (16/8), após o grupo Talibã derrubar o governo e retomar o poder no país. “Nossa missão no Afeganistão nunca foi construir uma nação. Nunca foi criar uma democracia unificada e centralizada. Nosso único interesse vital no Afeganistão continua sendo o que sempre foi: prevenir um ataque terrorista na pátria norte-americana”, declarou Biden, demonstrando claramente que há dois pesos e duas medidas, quando o assunto é defender a democracia.


Ou seja: os argumentos dos governos norte-americanos para promoverem suas intervenções armadas são sempre relativos.

コメント


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page