top of page

ESQUERDA DE PORTO ALEGRE BUSCA UNIDADE PARA ELEIÇÃO À PREFEITURA


Faltando menos de um ano meio para as eleições municipais, o desafio da esquerda de Porto Alegre será a construção de uma frente capaz de derrotar o atual prefeito Sebastião Melo, candidato à reeleição. Em meio às tradicionais especulações de nomes e possíveis composições capaz de unir os partidos de esquerda e centro esquerda, a executiva do PSOL deliberou, no dia 29 de junho, dar início ao debate com os partidos que integram a Federação Brasil da Esperança. O objetivo é instituir um espaço de diálogo entre partidos e movimentos sociais para viabilizar uma frente política com PT, PCdoB, PV e o PSOL.


A deputada estadual Luciana Genro, presidente do PSOL no Rio Grande do Sul, que o debate sobre a construção da Frente comece ainda neste ano.“Para construir a unidade contra Melo e contra o bolsonarismo em Porto Alegre, é preciso criar um movimento na cidade. Temos que começar ainda este ano um debate de programa e de nomes, por isso estamos propondo este diálogo”, afirmou a parlamentar em matéria publicada pelo Sul21, na sexta-feira (7/7).


Confira abaixo a íntegra da resolução da Executiva do PSOL “A executiva do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) diante do desafio da superação do neoliberalismo e do bolsonarismo em Porto Alegre, vem respeitosamente às direções partidárias do PT, PCdoB, PV e a Federação Brasil da Esperança, convidá-los para estabelecermos uma mesa de diálogo entre partidos e movimentos sociais, com o intuito de debater a formação de uma frente política e social na próxima eleição municipal.

Acreditamos que essas reuniões possam ser o início de um processo que nos leve à construção de importantes acordos programáticos e organizativos, mas também ao processo de mobilização necessária para dar um novo rumo para a nossa cidade

Cordialmente,

Executiva Municipal do PSOL Porto Alegre, 29 de junho de 2023″.

Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page