top of page

EM ARTIGO PARA REVISTA DO CEBRIO, MINISTRO DO STF CONFIRMA QUE IMPEACHMENT DE DILMA FOI GOLPE


A revista do Centro Brasileiro de Relações Internacionais (Cebrio), que será lançada na próxima quinta-feira (10/2), traz um artigo bombástico, escrito pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso. No texto, o magistrado admite que o impeachment de Dilma ocorreu por motivações políticas e não por violação de normas orçamentárias, as chamadas pedaladas fiscais.

O artigo de Barroso também cita a atuação do ex-presidente Michel Temer, sucessor de Dilma, que segundo ele assumiu o cargo tendo procurado implementar uma agenda liberal, cujo êxito foi abalado por sucessivas acusações de corrupção. "Em duas oportunidades, a Câmara dos Deputados impediu a instauração de ações penais contra o presidente”, lembra o ministro. Apesar de reconhecer que Dilma foi afastada por motivos políticos, o ministro já afirmou, em diversas ocasiões, que não vê inconstitucionalidade no impeachment da petista. Para Barroso, do ponto de vista jurídico, não há golpe “porque se cumpriu a Constituição", argumentou.

Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page