top of page

BOLSONARO É CHAMADO DE PEDÓFILO, APÓS DIZER QUE 'PINTOU UM CLIMA' COM VENEZUELANAS DE 14 E 15 ANOS


A chapa esquentou para Jair Bolsonaro, após ter dito que estava de moto andando em uma região administrativa do Distrito Federal, já como presidente da República, e encontrou meninas venezuelanas de "14 ou 15 anos", "bonitas", "arrumadinhas" e "pintou um clima". A declaração de Bolsonaro ocorreu na sexta-feira (14/10), durante entrevista ao canal do YouTube Paparazzo Rubro-Negro, fato que gerou repercussão nas redes neste sábado (15/10). No momento da declaração, Bolsonaro estava falando sobre a situação da Venezuela e contava que venezuelanos estão vindo para o Brasil.


"Eu estava em Brasília, na comunidade de São Sebastião, se eu não me engano, em um sábado de moto [...] parei a moto em uma esquina, tirei o capacete, e olhei umas menininhas... Três, quatro, bonitas, de 14, 15 anos, arrumadinhas, em um sábado, em uma comunidade, e vi que eram meio parecidas. Pintou um clima, voltei. 'Posso entrar na sua casa?' Entrei. Tinha umas 15, 20 meninas, sábado de manhã se arrumando, todas venezuelanas. E eu pergunto: meninas bonitinhas de 14, 15 anos, se arrumando no sábado para quê? Ganhar a vida", afirmou.


VÍDEO FOI RETIRADO DO AR PELO YOUTUBE

O vídeo com a declaração foi retirado pelo YouTube, no domingo (16/10), por violar as políticas de conteúdo ligadas à Covid-19. Nessa mesma entrevista, Bolsonaro fez afirmações infundadas sobre o impacto da doença em crianças. Segundo ele, as crianças não sofrem com o vírus e não houve registros de mortes envolvendo esse público. "A molecada não sofre com vírus. Você não viu moleque morrendo de vírus por aí. O que aconteceu: o moleque teve traumatismo craniano, caiu de bicicleta. Botavam em um leito UTI Covid, porque ele recebia por dia meu R$ 2 mil. Botou lá, se o cara morreu de traumatismo, tinha que botar Covid", disse. Apesar da fala de Bolsonaro, a Covid-19 matou 539 crianças de 6 meses até 3 anos entre 2020 e 2021. Em uma década, foram registradas apenas 144 mortes em razão de outras doenças letais preveníveis por vacinas nesta mesma faixa etária.


Em nota, o YouTube afirmou que "todos os conteúdos" na plataforma "devem estar de acordo com nossas Diretrizes de Comunidade, que não permitem, por exemplo, informações incorretas sobre a Covid-19".

"Confirmamos a remoção do vídeo "BATE-BOLA COM O PRESIDENTE! ENTREVISTA EXCLUSIVA DE JAIR MESSIAS BOLSONARO COM YOUTUBERS DE CLUBES!" do canal Paparazzo Rubro-Negro por violar essas regras, especificamente por conter declarações de que grupos específicos de pessoas não morreram ou ficaram doentes por causa da Covid-19", diz a nota.


A plataforma afirmou ainda que "reuploads do mesmo conteúdo também serão removidos" e que já removeu "mais de um milhão de vídeos que promoviam informações médicas incorretas sobre a Covid-19".

コメント


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page