top of page

ATOR MILTON GONÇALVES MORRE AOS 88 ANOS


O ator e diretor Milton Gonçalves morreu na tarde desta segunda-feira (30/5), aos 88 anos. A família informou que ele faleceu em casa, no Rio de Janeiro, em função dos problemas de saúde que enfrentava desde 2020, em decorrência de um AVC. Mineiro de Monte Santo, Milton Gonçalves nasceu no dia 9 de dezembro de 1933. Era viúvo e deixa três filhos e dois netos. O velório será no Theatro Municipal no centro do Rio, na terça-feira (31/5). O ator também venceu preconceitos e lutou pelo reconhecimento do trabalho dos negros, como lembrou o filho e também ator Mauricio Gonçalves. Conhecido por trabalhos marcantes, atuou em mais de 40 novelas, em programas humorísticos e minisséries de sucesso, no teatro e no cinema. Sua atuação como Pai José na segunda versão da novela "Sinhá Moça" (2006) lhe valeu a indicação para o prêmio de Melhor Ator no Emmy Internacional. Na cerimônia, apresentou o prêmio de Melhor Programa Infanto-juvenil ao lado da atriz americana Susan Sarandon. Milton foi o primeiro brasileiro a apresentar o evento.


Ainda criança, Milton se mudou com a família para São Paulo, onde foi aprendiz de sapateiro, de alfaiate e de gráfico. Ele fez teatro infantil e amador. Sua estreia profissional acorreu em 1957, no Arena, na peça "Ratos e Homens", de John Steinbeck. Junto com Célia Biar e Milton Carneiro, Gonçalves formou o primeiro elenco de atores da Globo. Ele chegou à emissora a convite do ator e diretor Otávio Graça Mello, de quem fora companheiro de set no filme "Grande Sertão" (1965), dos irmãos Geraldo e Renato Santos Pereira.


O ator também teve importante militância política. Simpatizante do Partido Comunista Brasileiro na juventude, chegou a se candidatar ao governo do Rio de Janeiro em 1994, pelo PMDB.

Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page