top of page

ARTE DE RUA NO BRIQUE DA REDENÇÃO E A MÚSICA PARA TRÊS PULMÕES DO ATOR, CANTOR E COMPOSITOR LIPSEN


A pedalada rápida pelas ruas do Bom Fim e da Cidade Baixa, no domingo de sol e de dia dos pais (14/8), em Porto Alegre, acabou sendo interrompida pela arte de rua. Foi quando entrei na Avenida José Bonifácio e de longe avistei uma roda de pessoas assistindo um espetáculo no Brique da Redenção. Como estava com celular, resolvi filmar enquanto me divertia, admirado pelo talento do ator, cantor e compositor Lipsen. Como jornalista, sempre que possível, tento disponibilizar, aqui no www.esquinademocratica.com, conteúdos sobre a cidade, a cultura, a arte de rua, os personagens, a política e tudo mais que esteja relacionado à cidadania. Os vídeos que fiz estão no pé da página. São três vídeos (em três atos), os dois primeiros com músicas e o último com recados recheados de humor. Cercado pelo público, o ator arrancou gargalhadas e aplausos com o espetáculo “Música para Três Pulmões”, no qual canta grandes hits da música pop nacional e internacional em versões inusitadas para voz e a inseparável gaita. Além de cantar, brincar e dançar, aproveitou para falar da importância da arte de rua, da democratização do acesso à cultura e do gesto de deixar uma contribuição no seu chapéu. "Eu não pago meu aluguel com aplausos", argumentou o artista, enquanto era ovacionado pela pequena multidão. Para mostrar que não é "pouca bosta", Lipsen fala com naturalidade sobre sua trajetória como artista, que vai do Brique da Redenção a Nova Iorque e Paris, como ele próprio diz. O ator e músico explica de onde veio a inspiração para o título do show: "dois pulmões vieram comigo de nascença e o terceiro foi meu avô que deu", em uma referência ao fôlego necessário para cantar, dançar e tocar o acordeom que recebeu do avô.


Antes de encerrar seu show, Lipsen anuncia o espetáculo "Trago Sorte Mentira e Morte", do Grupo Cerco, ao qual faz parte e que estará em cartaz no Teatro Renascença, de quinta a domingo (18 a 20/8).


MÚSICA PARA TRÊS PULMÕES (EM TRÊS ATOS)

(*) Alexandre Costa é jornalista e responsável pelo www.esquinademocratica.com.

Kommentare


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page