top of page

APÓS CHAMAR PUTIN DE ASSASSINO, VÍDEO EXIBE APOIO DE BIDEN A ATAQUE QUE MATOU MILHARES NA IUGOSLÁVIA

Após atacar o presidente russo, chamando Vladimir Putin de “criminoso de guerra”, em função do conflito na Ucrânia, o presidente dos EUA Joe Biden acabou sendo confrontado com um vídeo quando ainda era senador, em 1999, em que confessa ter sugerido o bombardeio da OTAN à Iugoslávia que resultou na morte de 2.500 civis, incluindo 89 crianças.

A postagem do vídeo foi feita pelo chefe da Roscosmos, Federação Russa responsável pelos voos espaciais, Dmitry Rogozin, que resgatou a declaração de Biden durante reunião do Comitê de Relações Exteriores do Senado, sugerindo bombardear a cidade de Belgrado e enviar pilotos americanos para destruir todas as pontes no Danúbio, que ligam a cidade de Ruse na Bulgária e a cidade de Giurgiu na Roménia.

Comments


JORNALISMO LIVRE E INDEPENDENTE_edited_e
  • Twitter
  • Facebook
  • Youtube
bottom of page